Eleito para seu segundo mandato (2017/2020), Bruno Lessa é advogado, formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Filho do ex-deputado Silvio Lessa.  

 Iniciou  sua carreira política ainda jovem pelo PSDB. Militante tucano de expressão, presidiu a juventude do seu partido aos 16 anos e, no ano seguinte, em 2008, se candidatou à vereança pela primeira vez.

 Nas eleições de 2012, aos 21 anos, foi eleito com 2.572 votos. No pleito seguinte, obteve o expressivo aumento de 67% de seu eleitorado, sendo reeleito com 4.298 votos. Resultado, certamente, do trabalho de seu primeiro mandato.

 Atuante, de postura propositiva e independente, lutou pela transparência na gestão pública. Para isso, apresentou 315 requerimentos de informações. 

Entre as importantes leis aprovadas está a que garante vaga em escola pública municipal a filhos de mulheres vítimas de violência doméstica, de acordo com a necessidade de mudança de endereço repentina.

Presidiu em 2013, a Comissão Parlamentar de Inquérito dos Transportes Públicos, a  CPI dos Ônibus, que abriu a caixa-preta dos transportes. Desde então, Bruno travou uma luta pela  melhoria  do serviço e por tarifas mais módicas nos ônibus em Niterói.

Em 2016, foi relator da CPI da Ampla , atual Enel, que investigou os serviços prestados pela concessionária de energia elétrica.

Na Câmara, preside a Comissão Permanente de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, além de integrar as Comissões de Constituição, Justiça e Redação Final e a de Fiscalização Financeira, Controle e Orçamento.